Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia depois do ano passado

Um dia depois do ano passado

o que me dá na real gana .

IMG_4123.JPG

 

Queria ser mais, tendo menos. Beber de uma conjugação tão perfeita quando imperfeita. Não saber o quê, mas fazer. Ter o desconhecido como certo e mesmo assim ir. Ter tudo, mesmo quando nada se tem. Dar voz ao silêncio. Dar um grito no escuro. Brilhar na escuridão. Seguir as pegadas ocultas. Sair pela entrada. Para que o fim, sempre seja o início de algo. Não temer a incerteza. Não querer saber de listas a "não esquecer". Nunca nos esquecemos do importante, mesmo que não o apontemos. Não perder tempo com o copo "meio vazio ou meio cheio". O que importa é que o conteúdo esteja lá. Não ficar presa ao tempo marcado. Ir, porque apetece. Porque dá vontade. Não ser o "tem que ser", e muito menos o "que remédio". Saborear a liberdade. Fazer tudo o que me dá na real gana. A vida faz-se do agora, baseado no que já passou e naquilo que virá. As páginas escrevem-se com as decisões que tomamos. Nada mais. 

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D